Tudo que você precisa saber sobre vacuoterapia

Como funciona a vacuoterapia

Conhecida também como endermoterapia ou dermotonia, a vacuoterapia consiste na utilização de uma pressão negativa no tecido, promovendo uma massagem mecânica profunda.

Ela utiliza uma máquina de vacuoterapia, que realiza a sucção, promovendo uma mobilização profunda da pele e do tecido subcutâneo, a fim de simular os mesmos efeitos de uma massagem manual.

Cupping therapy

Amplamente utilizada em várias clínicas de estética, a vacuoterapia é destinada a diversos procedimentos, sendo eles faciais, corporais e capilares. É aplicada por meio de ventosas, que apresentam modelos e formatos variados.

Há indícios que, desde a antiguidade, egípcios, gregos, chineses e japoneses já faziam o uso de ventosas com finalidades terapêuticas, feitas, por exemplo, com chifres de animais.

A técnica, contudo, foi desenvolvida na França, na década de 1970, para inicialmente ser utilizada no alívio de dores musculares, massagens e cicatrizes decorrentes de queimaduras.

Indicações

  1. Capilar 

A vacuoterapia capilar auxilia na redução do quadro inflamatório comum na queda capilar, aumento da circulação sanguínea estimulando novos folículos, redução e normalização da oleosidade, melhora considerada no trato da alopecia androgenética e eflúvio telógeno, normalização do pH cutâneo, além de facilitar a permeação de ativos. 

  1. Facial  

A vacuoterapia no rosto pode ser usada para inúmeros procedimentos, auxiliando na limpeza de pele, realizando extração de comedões, pode ser utilizada para drenagem e massagem facial, revitalização e potencialização da permeação de ativos, melhorando o aspecto e qualidade da pele. 

  1. Corporal 

Em tratamentos corporais, é possível utilizar a vacuoterapia para celulite, melhorando o aspecto e aparência “casca de laranja”, pois essa pressão negativa promove efeitos circulatórios e drenantes.  

Aplicação vacuoterapia

A vacuoterapia para estrias, por sua vez, realiza o estímulo de colágeno, amenizando essa patologia estética que acomete milhares de pessoas e causa muita insegurança.  

Por fim, a vacuoterapia para gordura localizada tem sido muito utilizada em associações como, por exemplo, com o ultrassom, pois sua pressão negativa promove a remodelagem corporal.

Benefícios da vacuoterapia

Os benefícios da vacuoterapia vão além da estética, pois promovem diversos efeitos fisiológicos que melhoram a qualidade de vida dos pacientes. Seus principais efeitos são: 

  • Aumento do aporte circulatório e melhora do retorno venoso, facilitando o transporte de nutrientes para os tecidos; 
  • Redução de edema através da melhora do fluxo linfático; 
  • Redução de dores através do efeito analgésico promovido pela hiperemia local;
  • Melhora da sustentação da pele.   

Principais equipamentos de vacuoterapia

Entre os principais aparelhos de vacuoterapia podemos citar o Dermotonus Slim, Dermovácuo Smart, Dermovac Ledshape 2.0, que reúne terapias como radiofrequência, vacuoterapia e LED num único aparelho, Vacuodermo Portátil da Fismatek, Vacuodermono LED, Hygiadermo Esthétic e Vacum Laser da MMO. 

No mercado estão disponíveis também equipamentos de vacuoterapia da HTM, como o Beauty Dermo Maxx, equipamento multifuncional de alta tecnologia com vacuoterapia, ventosaterapia, pressoterapia e fototerapia, que acompanha o inovador Vacuum LED e pode ser utilizado de forma individual ou combinado com os LEDs, e uso opcional do vácuo.

E o Novo Beauty Dermo, para tratamentos faciais, corporais e capilares, possibilitando que o profissional escolha entre os tratamentos já conhecidos de vacuoterapia, peeling diamante, pump up e ventosaterapia.

Precificação das sessões de vacuoterapia 

Analisar o preço da sessão de vacuoterapia depende muito do grau de necessidade de cada pele e do objetivo do tratamento, e o profissional de estética é o responsável por avaliar a quantidade de sessões necessárias.

Para o verão, por exemplo, existe uma grande procura pelo preço de vacuoterapia para glúteo, mas esta precificação depende também do estabelecimento, da região onde ele está localizado e do profissional, que irá decidir de acordo com seus custos quanto cobrar pelo atendimento. 

Contraindicações

Pele após o tratamento de vacuoterapia

A vacuoterapia é contraindicada em casos de tumores cutâneos, gravidez, doenças infecciosas, reumatismos inflamatórios, cardiopatia descompensada, portadores de marca-passos cardíacos, trombose e tromboflebites.


Concluindo, a vacuoterapia é um procedimento extremamente versátil e um grande aliado em uma ampla gama de tratamentos, sendo assim uma excelente opção para qualquer clínica de estética. 

Deixar um comentário

Inscreva-se
Inscreva-se AGORA

Inscreva-se para receber as promoções da BCMED

Transforme a sua clínica com os melhores equipamentos e treinamentos do mercado.
close-link
Os melhores equipamentos para a sua clínica com parcelas em até 72x.
COMPRAR
close-image